Roda de Conversa:

FESTIVAIS EM QUARENTENA

com Cassio Correia

(Animaneco / Joinville - SC)

Poliana Bicalho e Renata Berenstein

(Festival Petiz / Salvador - BA)

Ao vivo: Quinta (24/09) 19h30

Disponível até o dia 27/09 

Sobre a atividade: Dois festivais compartilham com a gente percepções, possibilidades e desafios acerca da experiência vivida, este ano, com a realização de uma edição no formato completamente digital, dos encontros virtuais no contexto de isolamento social.

 

 

 

 

 

 


 

Cassio Correia possui graduação em Teatro - Bacharelado pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2005). Professor, ator, produtor cultural, dançarino e coreógrafo. Com sua formação em Artes Cênicas, teve seu início na carreira artística envolvido com a dança folclórica e de salão desde 1995. Foi técnico de cultura do SESC-SC em Joinvilleatuando em diversas cidades do estado e também na coordenação de programas em âmbito estadual. Fundou a Essaé Cia em 2010 que hoje é uma das Cias mais atuantes na cidade de Joinville, com mais de 10 espetáculos em repertório, participação em diversos festivais, circulações. Idealizador do ANIMANECO - Festilval de Teatro de Bonecos de Joinivlle onde já realizou 3 edições (2017, 2018 e 2020), atua politicamente como presidente da Associação Joinvilense de Teatro e também no Conselho Municipal de Política Cultural de Joinville desde 2014.

Poliana Bicalho - Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas na UFBA, com pesquisa voltada ao campo da Mediação Cultural. Formada em Licenciatura em Teatro/UFBA e Comunicação/UESB. Atua como professora de teatro na Rede Municipal de Educação de Salvador e Tutora no Curso EaD de Licenciatura em Dança da UFBA. Trabalhou como Mediadora (área de teatro), no Projeto Arte no Currículo (parceria UFBA, SMED); foi Técnica de Cultura no Teatro SESC-SENAC Pelourinho, com foco nas ações de formação de espectador – mediação cultural. Atuou no FIAC - Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia e no FILTE - Festival Latino Americano de Teatro da Bahia, com maior atuação nas ações formativas e de mediação cultural. Em 2016, junto com Renata Berenstein, idealizou e passou a realizar em Salvador/BA, o PETIZ - Festival de Arte para Infância e Juventude.

Renata Berenstein - Diretora teatral, psicóloga e arte-educadora. Desenvolve projetos ligados à cultura e saúde. Atualmente é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas na UFBA, com pesquisa voltada para o teatro e a saúde mental. Idealizadora e diretora do grupo de teatro Os Insênicos, formado por pessoas portadoras de transtornos mentais. No campo dos festivais, trabalhou durante cinco anos na Coordenação Geral do FILTE - Festival Latino Americano de Teatro da Bahia (de 2012 a 2016). Renata é idealizadora e curadora do Petiz – Festival de Arte para Infância e Juventude (Salvador/BA).